, , , , ,

21 DIAS NA VIDA DE UM DISCÍPULO


“Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei o fundamento como prudente construtor; e outro edifica sobre ele. Porém cada um veja como edifica”. Ainda que haja um fundamento, que é Cristo, a Bíblia nos mostra que é possível edificar de diversas maneiras. Haverá um dia em que a obra de cada cristão será provada pelo fogo, o Dia em que seremos julgados para a recompensa ou disciplina do Milênio. Definitivamente, nosso encargo é pela edificação de uma obra eterna provada e aprovada por Deus.

O processo pelo qual o Senhor gera em nós essa realidade é o discipulado. Constantemente, dizemos que praticamos o discipulado e temos em nossa estrutura até mesmo irmãos chamados de discipuladores. Mas será que de fato o somos? Podemos afirmar que somos realmente discípulos? Somos discipuladores de quem? Quem nos segue? Quem nos ouve? Em um tempo quando muito se tem feito em nome do Evangelho, mas pouca realidade de transformação tem se evidenciado, o Espírito Santo nos convoca a voltarmos para as primeiras obras, para o padrão bíblico do discipulado, da vida consagrada e submissa ao propósito de Deus. Entrar no padrão do discipulado é entrar no estilo de vida de Jesus. Somos convidados a viver uma vida de despojamento, negando-nos a nós mesmos e tomando diariamente a cruz. O convite é para servirmos, honrarmos e nos submetermos ao outro, É mais do que algo exterior, é uma renúncia completa a ocuparmos o primeiro lugar, seja qual for o contexto. Mas por que devemos renunciar? Porque essa é a única forma que Deus tem para produzir em nós quebrantamento e real dependência dEle, que é o caminho para a maturidade.

R$37,50

Consulte o frete e o prazo de entrega:

“Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei o fundamento como prudente construtor; e outro edifica sobre ele. Porém cada um veja como edifica”. Ainda que haja um fundamento, que é Cristo, a Bíblia nos mostra que é possível edificar de diversas maneiras. Haverá um dia em que a obra de cada cristão será provada pelo fogo, o Dia em que seremos julgados para a recompensa ou disciplina do Milênio. Definitivamente, nosso encargo é pela edificação de uma obra eterna provada e aprovada por Deus.

O processo pelo qual o Senhor gera em nós essa realidade é o discipulado. Constantemente, dizemos que praticamos o discipulado e temos em nossa estrutura até mesmo irmãos chamados de discipuladores. Mas será que de fato o somos? Podemos afirmar que somos realmente discípulos? Somos discipuladores de quem? Quem nos segue? Quem nos ouve? Em um tempo quando muito se tem feito em nome do Evangelho, mas pouca realidade de transformação tem se evidenciado, o Espírito Santo nos convoca a voltarmos para as primeiras obras, para o padrão bíblico do discipulado, da vida consagrada e submissa ao propósito de Deus. Entrar no padrão do discipulado é entrar no estilo de vida de Jesus. Somos convidados a viver uma vida de despojamento, negando-nos a nós mesmos e tomando diariamente a cruz. O convite é para servirmos, honrarmos e nos submetermos ao outro, É mais do que algo exterior, é uma renúncia completa a ocuparmos o primeiro lugar, seja qual for o contexto. Mas por que devemos renunciar? Porque essa é a única forma que Deus tem para produzir em nós quebrantamento e real dependência dEle, que é o caminho para a maturidade.

Peso 0,320 kg
Dimensões 2,0000 × 15,0000 × 22,0000 cm

Baseado em 0 avaliações

0.0 pontuação
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar “21 DIAS NA VIDA DE UM DISCÍPULO”

Não há avaliações ainda.

Meu Carrinho

close